- Porque é que eu estou aqui? - perguntou Adão, num sentido existencial.
- Porque é que não estás com a Eva? - interrogou-o Deus, num sentido literal.
Adão coçou estupidamente a cabeça.
- Não sei. - respondeu.
Deus descaiu os ombros, com desânimo, e disse:
- Adão és um idiota.

Qual o sabor da tua língua?

foto de DragonInk7

Umas vezes, sabe a sabores. Outras, sabe a memórias sem nexo. Alguns aromas lembram dores. Outros, invadem a boca de sexo. A minha língua sabe ao que sabe. O sabor fica, por mais que a água o lave. Sabe a tudo o que a boca quer. Mas, o que não quer também lá cabe. A minha boca sabe assim. Quando acordo, sabe apenas a mim.

6 comentários:

S* disse...

Uau... é muito arrojado! :D A minha sabe a mim, a chocolate e a todas as outras coisas que como. A sexo não tem sabido, muito, não. :P

FAQ(er) disse...

Qual é o teu sabor?
É um aroma?
É uma cor?

pinguim perneta zarolho disse...

O que é o sabor a mim?
A suor quando beijas, lambes as axilas, durante a ultima batalha na tua cama, o sabor amargo, acido do sexo da noite anterior, que fica na tua boca.


Os odores libertados pelas bactérias na tua boca alimentandas pelos restos de comida que tens nos dentes e na lingua, aos vapores decorrentes da digestão da refeição anterior...

Sabes a sangue, sexo... chocolate, morangos? rockfort? tinto

FAQ(er) disse...

Um simples tutti frutti bastaria.

pinguim perneta zarolho disse...

Bastaria a quem?

FAQ(er) disse...

Ah! Uma bela pergunta! (mas não perguntes a mim... eu só estava a blogar em voz alta)

Achavam mesmo que eu tinha respostas?

Estão à espera que responda?

FAQed

A minha foto
cada um sabe de si (si, de mim, não de você... você sabe de si, ou seja, cada um sabe de você... vendo bem, todos sabem de si)
Achas que o mundo é uma equação estranha sem fórmula de resolução? Já pensaste enfiar os queixos na droga mas, ah e tal, isso custa os olhos da cara? Já ponderaste (seriamente) vender os olhos da cara para enfiar os queixos na droga? Parece-te que és vítima de mau-olhado frequente e/ou persistente? Já correste tudo quanto é bruxo charlatão e uma catrefada de senhoras que acham que a palma da mão é um bilhete de identidade metafísico? Resumindo... não regulas bem da cabeça?Pois não desesperes! A cura (vá, terapia... não queremos ser demasiado optimistas) para toda essa angústia EXISTE! A comunidade científica mais céptica dirá que é um placebo mas, afinal, o que raio sabem esses! Por fim... tcharan! O caminho para a CURA (terapia, vá): thefaqer[at]gmail[dot]com

Apelo à cidadania.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Nada de roubalheiras literárias, pode ser? (se não puder ser, que as mentes larápias se transformem numa lesma em decomposição... uma ratazana cadavérica também serve... conhecem o termo "esforriqueira"?... bem, isso adequa-se ao estado de matéria em que devem ficar os órgãos internos dos/as prevaricadores/as)