- Porque é que eu estou aqui? - perguntou Adão, num sentido existencial.
- Porque é que não estás com a Eva? - interrogou-o Deus, num sentido literal.
Adão coçou estupidamente a cabeça.
- Não sei. - respondeu.
Deus descaiu os ombros, com desânimo, e disse:
- Adão és um idiota.

Vamos lá ver... maçã ou marmelo?

foto de intsys

Isto de dizerem que o fruto proibido é a maçã... bem, grande má interpretação histórica. (chamemos-lhe assim).
E isso vem de onde, hã?
Ora, vem de , do tomo sagrado (toda a gente sabe qual).
Mas, à luz da razão, não é muito mais lógico identificar o fruto proibido com o marmelo?
Pois, senão, vejamos um exemplo claro, estabelecendo um paralelismo simples entre os frutos em questão e a mulher. É assim:

Se tivermos de identificar uma parte da anatomia feminina com as maçãs, a primeira conclusão mais provável remeter-nos-á para as maçãs do rosto.
E o que é que isso tem de proibido?
As mulheres não andam, por aí, na rua, a mostrar o rosto a toda a gente?

Mas, se tivermos de identificar uma parte da anatomia feminina com os marmelos... precisarei de concluir?
Nem sequer será a conclusão mais provável. Será a única. (excepto, claro, se perguntarmos a um perfeito imbecil)
É evidente que todos farão a imediata associação aos peitos da mulher.
Ora, esses marmelos não são muito mais proibidos do que as maçãs do rosto?
(pergunta meramente retórica... vamos esquecer a excepção islâmica, faxavori)
Ai não, que não são! (nem sequer vou discriminar as razões)

Muito mal ensinadas que as pessoazinhas andam.

(e depois venham-me dizer que aquele livro religioso, e até palerma, vá, não é responsável por incontáveis interpretações palermas... ops... já me estou a repetir)


23 comentários:

Fada disse...

E os tomates?
E as azeitonas?
E as meloas?
E os melões?
E as bananas?

Não serão tão proibidos quanto os marmelos?? :p

Eu gosto de marmelos. E de marmelada.
E tu?

:D

FAQ(er) disse...

Eu cá gosto de gente que apresenta sugestões interessantes. Não é um bom gosto?

Fada disse...

Queres fazer uma salada de fruta?

;)

(Parece-te uma sugestão interessante?)

FAQ(er) disse...

ahahahaha (parece-me que, primeiro, vou-me rir um bocado)

Que te parece de começar com uma barrigada de riso?

Fada disse...

Huummmm...

E umas BARRIGAS de freira?
Também têm fruta!!! :D

FAQ(er) disse...

Freiras? Bah! Não quero nada com fingidas (santinhas do pau oco, é o que é).

Fada disse...

E não te satisfazes apenas com as Barrigas?
E se forem "Maminhas de freira"?
Também não?

FAQ(er) disse...

Satisfazer-me?
Hah!

(talvez um convento inteiro... com óbvias limitações etárias, digamos, acima do limite legal, e abaixo do limiar da esterilidade uterina)

Fada disse...

E se o convento não tiver freiras?
Comes parte dos abades?

:p

FAQ(er) disse...

Esses, obviamente, mando-os comer no cu (deles).

(e o que raio haveria eu de estar a fazer dentro de um convento, para começar... ainda para mais só com abades lá dentro?)

Fada disse...

Nem as orelhitas?
Tsc tsc tsc... :p

FAQ(er) disse...

Not in this life.

Fada disse...

tsc tsc tsc... Terei de te ensinar a apreciar?...

FAQ(er) disse...

Mau! Cada macaco no seu galho! (eu agarro-me ao meu, os outros que se agarrem ao caralho)

(sim, sim, eu sei que não é uma rima lá muito elegante, mas até podia ter sido pior... vergalho, piçalho, etc...)

Fada disse...

Tenho MESMO de te ensinar tudo?...

http://sabores.sapo.pt/receita/orelhas-de-abade/

:D

FAQ(er) disse...

EU só estava a esgotar todas as possíveis rasteiras piadéticas em que poderia cair. Agora que esclareceste, até seria capaz de trincar uma orelha ou duas.

Fada disse...

TU és um inculto gastronómico, pah...
Já só falta dizeres que nunca comeste marmelos ou marmelada... :p

FAQ(er) disse...

É! Muito inculto que eu sou (não gosto é de me espalhar ao comprido em trocadilhos manhosos, isso sim).

Fada disse...

Inculto e cagarolas! :P

FAQ(er) disse...

Inculto = In+culto (sabedoria interior)

Cagarolas = apenas cago para isso (não sei o termo em latim)

Há mais provocaçõezinhas?

Fada disse...

Provocaçõezinhas????

Nãããã...

Constatações de factos!

Rafeiro Perfumado disse...

Eu acho que o pecado está mais ligado com o rabanete...

FAQ(er) disse...

Fada... os factos são passíveis de aldrabice.

I'M INNOCENT, I TELL YOU!

~

Rafeiro Perfumado, cheira-me que percebes das coisas...

Achavam mesmo que eu tinha respostas?

Estão à espera que responda?

FAQed

A minha foto
cada um sabe de si (si, de mim, não de você... você sabe de si, ou seja, cada um sabe de você... vendo bem, todos sabem de si)
Achas que o mundo é uma equação estranha sem fórmula de resolução? Já pensaste enfiar os queixos na droga mas, ah e tal, isso custa os olhos da cara? Já ponderaste (seriamente) vender os olhos da cara para enfiar os queixos na droga? Parece-te que és vítima de mau-olhado frequente e/ou persistente? Já correste tudo quanto é bruxo charlatão e uma catrefada de senhoras que acham que a palma da mão é um bilhete de identidade metafísico? Resumindo... não regulas bem da cabeça?Pois não desesperes! A cura (vá, terapia... não queremos ser demasiado optimistas) para toda essa angústia EXISTE! A comunidade científica mais céptica dirá que é um placebo mas, afinal, o que raio sabem esses! Por fim... tcharan! O caminho para a CURA (terapia, vá): thefaqer[at]gmail[dot]com

Apelo à cidadania.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Nada de roubalheiras literárias, pode ser? (se não puder ser, que as mentes larápias se transformem numa lesma em decomposição... uma ratazana cadavérica também serve... conhecem o termo "esforriqueira"?... bem, isso adequa-se ao estado de matéria em que devem ficar os órgãos internos dos/as prevaricadores/as)