- Porque é que eu estou aqui? - perguntou Adão, num sentido existencial.
- Porque é que não estás com a Eva? - interrogou-o Deus, num sentido literal.
Adão coçou estupidamente a cabeça.
- Não sei. - respondeu.
Deus descaiu os ombros, com desânimo, e disse:
- Adão és um idiota.

As iludências aparudem?

foto de allison-rose
(humor)

- Querida, isto não é o que parece! - disse ele, com ar comprometido.
- Claro que não, querido. - disse ela, sem importância - É óbvio que a minha melhor amiga (sentada no teu colo com uma saia que não lhe tapa o fundo das nádegas) acabou de se desequilibrar, e tu fizeste o favor de lhe amparar a queda no exacto momento em que eu entrei. É óbvio.
- Ainda bem que percebeste logo tudo. - sorriu ele, aliviado.
- Claro que sim. - disse ela, com um ar compreensivo.
- Felizmente, não se criou nenhum mal-entendido. - suspirou a amiga.
- Claro que não. - assegurou ela - Está perfeitamente entendido que tenho de explicar à polícia que não imagino uma única razão para o meu marido e a minha melhor amiga se terem suicidado.


(fim de humor)

17 comentários:

Fada disse...

AHAHAHAHAHAHAHAH

(Sem comentários por agora)

AHAHAHAHHAHAHAHHA

Fada disse...

Adorei o humor!!! Tem uma cor diferente, em tons de negro e vermelho. :D

Ainda há pouco tempo usei a expressão "Suicido-te", quando ameacei alguém, em jeito de brincadeira, que a "chateava até à morte"... :p

Hummm...

O que levanta umas NFAQ:

Quem és tu?
Andas-me a ler os pensamentos e/ou a presenciar os meus episódios privados?
Tenho de ter cuidado contigo?
Queres apanhar???

-.-



(Mas adorei o humor, adorei, adorei, adorei!!!)

Jane Doe disse...

Arrastada por uma criatura chata que me anda a chamar nomes de doces Natalícios...

Gostei.

Não tenho questões a levantar, por isso não há discussão.

;)

Fada disse...

És tu, rabanadazinha, que andas por aqui?

Quem te arrastou, quem?
[ar de santinha de pau oco]

:D

Jane Doe disse...

Eu te dou a rabanada...


-.-

Vê lá se não levas com o pau oco, tu.

Fada disse...

Ó minha filhós de abóbora tendida sobre o joelho, não sejas assim...

:D

francis disse...

ahahahahahahah muito bom.

Maya disse...

Inverteste a situação e teve a sua piada.

Mas todos sabemos perfeitamente que são os homens que mais suicidam.

Nós, mulheres, quanto muito atiramos-lhes com o candeeiro que está mais à mão, ou damos meia-volta lavadas em lágrimas e a perguntar porquê eu? porquê eu? (essas tretas)

Nós, quando suicidamos, damos toques de requinte à coisa ...

FAQ(er) disse...

Fada e Jane Doe... GET A ROOM!

~

francis, faz-se o que se pode (modéstia a quanto obrigas).

~

Maya, sim, suponho que chagar a paciência a um gajo, de maneira a levá-lo ao suicídio só para ter sossego, deve estar mesmo no top 10 das mortes mais malvadas.

Jane Doe disse...

Eu estou bem aqui, porque haveria de arranjar um quarto?

Olha olha...

Maya disse...

Ganhaste. Hoje.

Não sei se gosto mais dos teus posts ou das tuas respostas mordazes aos comentários.

Fada disse...

FAQ(er):

Porquê?
Porquê um quarto?
Não bastará abancarmos aqui na tua sala? :D

Eu tenho vários quartos. Pelo menos uns 97 por dia. :p

1/4 de beijito para ti, por tentares ser... pior que eu! :p


Jane Doe:
Vai uma laranjada?
(Ao menos "este" não nos manda para a cozinha... :p)

Beijitos (por inteiro, que tu mereces) :D

FAQ(er) disse...

Jane Doe, parece-me que certas demonstrações de afecto, vá... pedem um recanto mais reservado, ou isso (mas também posso estar a ser um bocado pudico... é, deve ser mesmo isso).

(e acabei de verificar na tua resposta que neste blogue há eco) :)

~

Maya, as más-línguas diriam até que os posts apenas servem para desafiar estalo. ;)

~

Fada, como és tão compincha da Jane Doe, podes partilhar da resposta que já lhe dirigi acima.

(não faço ideia de quem foi o outro "este" que vos mandou para a cozinha, mas se calhar era alguém que até sabia razoavelmente o que estava a dizer)

Jane Doe disse...

Faq(er):

Não sei onde viste demonstrações de afecto da minha pessoa.

A menos que para ti levar com um pau na cabeça seja uma demonstração de afecto.

Ok ok.

Eco?

Nada a ver com isso.

FAQ(er) disse...

Bem, até há um ditado famoso que diz: "quanto mais me bates mais eu gosto de ti". Portanto, cada um é como cada qual. Não sou de meter o pau na paulada alheia (esta frase é capaz de soar um bocado estranha... o que até nem espanta por estes lados). :)

Jane Doe disse...

É bom que não metas o pau na paulada alheia se não ainda sobra para ti!

Digo eu... É que quando há paulada costuma doer...

Eheheheh

Esse ditado não se aplica à minha pessoa.

;)

Fada disse...

FAQ(er):

"Compincha", faz-me sempre lembrar filmes de cowboys...

Hi Ho, Silver!!! :D

Beijitos

Achavam mesmo que eu tinha respostas?

Estão à espera que responda?

FAQed

A minha foto
cada um sabe de si (si, de mim, não de você... você sabe de si, ou seja, cada um sabe de você... vendo bem, todos sabem de si)
Achas que o mundo é uma equação estranha sem fórmula de resolução? Já pensaste enfiar os queixos na droga mas, ah e tal, isso custa os olhos da cara? Já ponderaste (seriamente) vender os olhos da cara para enfiar os queixos na droga? Parece-te que és vítima de mau-olhado frequente e/ou persistente? Já correste tudo quanto é bruxo charlatão e uma catrefada de senhoras que acham que a palma da mão é um bilhete de identidade metafísico? Resumindo... não regulas bem da cabeça?Pois não desesperes! A cura (vá, terapia... não queremos ser demasiado optimistas) para toda essa angústia EXISTE! A comunidade científica mais céptica dirá que é um placebo mas, afinal, o que raio sabem esses! Por fim... tcharan! O caminho para a CURA (terapia, vá): thefaqer[at]gmail[dot]com

Apelo à cidadania.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Nada de roubalheiras literárias, pode ser? (se não puder ser, que as mentes larápias se transformem numa lesma em decomposição... uma ratazana cadavérica também serve... conhecem o termo "esforriqueira"?... bem, isso adequa-se ao estado de matéria em que devem ficar os órgãos internos dos/as prevaricadores/as)